Jaru receberá 3 médicos pelo” Programa Mais Médicos”

A prefeita, Professora Sonia e a secretaria de saúde Emanoela Souza, assinaram na tarde desta segunda-feira (18) no auditório do SEBRAE em Porto Velho o termo de compromisso do Programa “Mais Médicos” do Governo Federal.

Três mil médicos brasileiros e cubanos irão atuar em 1.747 e  municípios e 15 distritos, eles vão ocupar as vagas não preenchidas por profissionais brasileiros e estrangeiros da seleção individual da segunda etapa do “Mais Médicos”. Desses, 1.416 profissionais vão para o Nordeste, 566, para o Sudeste e 459, para o Norte. O Sul vai receber 398 médicos enquanto que o Centro-Oeste receberá 114.

O município de Jaru será contemplado com 3 dos 47 médicos destinados para Rondônia, um deles já chega no próximo mês os outros dois em maio de 2014.

A prefeita, Professora Sonia destacou que a vinda dos profissionais irá contribuir na melhoria da saúde pública. “Investir na saúde preventiva é sem dúvida o caminho certo para humanização do Sistema Único de Saúde”, destacou a secretária.

De acordo com a secretária de saúde, Emanoela o os médicos do programa vão ajudar na expansão da cobertura do Programa Saude da Familia.  (PSF) que atualmente atinge 76% de cobertura.

Os profissionais irão atuar nos postos de saúde, com carga horária de 40 horas, sendo 32 de atividades práticas e oito para especialização. Para atender exigência do Governo Federal, já que o programa pretende atender as demandas do serviço de atenção básica de saúde.

O Governo Federal é responsável pela manutenção da bolsa formação no valor de 10 mil reais e o município pela estadia e auxilio alimentação.

O “Programa Mais Médicos” está sendo desenvolvido pelo Governo Federal com objetivo de disponibilizar a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê investimento em infra-estrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou não existem estes profissionais.

De acordo com dados do MS, atualmente o Brasil possui 1,8 médicos por mil habitantes, sendo este índice menor do que outros países como a Argentina (3,2), Uruguai (3,7), Portugal (3,9) e Espanha (4). Além da carência dos profissionais, o Brasil sofre com uma distribuição desigual de médicos nas regiões – 22 estados possuem número de médicos abaixo da média nacional.

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.