JARU – Criminosos levam 2 mil reais de vítimas logo após realizar saque em Agência Bancária.

Um homem de 30 anos, residente no município de Governador Jorge Teixeira, foi vítima de um golpe aplicado por uma dupla de estelionatários, nesta quarta-feira (11) em Jaru.

De acordo com informações colhidas, a vítima havia acabado de realiza um saque na Agência do Bradesco no valor de R$ 2mil reais, ao sair do banco foi seguido pelos criminosos. Um dos bandidos andava a sua frente, o outro atrás, em determinado momento, o criminoso da frente deixou cair no chão propositalmente um talão de cheques, a vítima sem perceber que se tratava de um golpe aplicado por estelionatários pegou o talão de cheque no intuito de devolvê-lo.

Neste momento o criminoso que estava atrás acompanhou a vítima e se ofereceu para ajudar a supostamente devolver o talão ao dono. Sem desconfiar que estivesse caindo em um golpe, à vítima gritou pelo homem na intenção de lhe devolver o talão de cheque, o homem se mostrando muito agradecido, ofereceu a quantia de cem reais a cada um deles.

ENTENDA O GOLPE

O criminoso falou pra vítima entrar em um comércio ali próximo, e pedisse cem reais em seu nome, pois o pessoal do comércio devia dinheiro a ele, e eles o pagariam. O criminoso que veio de trás, pegou os pertences pessoais do outro criminoso como garantia e deixou os seus pertences para aumentar os supostos laços de confianças, logo em seguida foi até o comércio e voltou com um recibo assinado no valor de cem reais. Após voltar com o recibo ele se despediu do local e agradeceu pelos cem reais que supostamente ele teria ganhado.

A vítima acreditando que a outra pessoa também teria ganhado cem reais, foi até o comércio, e a exemplo do primeiro, levou os pertences do criminoso, mais em contra partida deixou os seus, inclusive a quantia de dois mil reais. Quando retornou não encontrou o bandido.

Essa modalidade de golpe vem sendo bastante utilizada por criminosos, que aproveitando da ingenuidade das vítimas aplicam seus golpes e levam quase sempre grandes quantidades de dinheiro. Quase sempre, dentre os pertences dos criminosos estão quantidades de dinheiros falsas, com finalidade de convencer as vítimas que os criminosos não estão agindo de má fé.

Os bandidos eram calvos e de estatura mediana, cor clara, e um deles estava vestido com roupa social, à boa aparência também faz parte do truque, é um artifício usado para ajudar a persuadir as vítimas.

Fonte:Jarunoticia

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.