Acusada de matar cantor Zezinho Maranhão ganha liberdade provisória

Na noite da quarta-feira (11), Lourrana Alexandrina de Souza, de 27 anos, ganhou liberdade provisória. Ela é acusada de matar a facadas o próprio tio, o cantor e compositor Zezinho Maranhão, no último sábado, dia 07.

Segundo o advogado de Lourrana, o Ministério Público e o Judiciário analisaram os autos e concederam a liberdade provisória. A alegação é que ela tem residência fixa e após a prática do crime, ela ligou para a Polícia Militar e se entregou por livre e espontânea vontade. De acordo com o MP e o Tribunal de Justiça de Rondônia, Lourrana também não oferece risco à sociedade. Lourrana deixou o presídio acompanhada do seu advogado.

Fonte: RONDONIAVIP

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.