Sub-Chefe da Casa Civil do Governo de Rondônia é um dos investigados pela PF

O Sub-Chefe da Casa Civil do governo de Rondônia, Paulo Werton Joaquim dos Santos é um dos investigados na Operação Miquéias, deflagrada pela Polícia Federal na semana passada com 27 mandados de prisão e 75 de busca e apreensão no Distrito Federal e em nove estados do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Maranhão, Amazonas e Rondônia.

De acordo com a PF, o objetivo da operação, é desarticular duas organizações criminosas com atuações distintas: uma envolvida em lavagem de dinheiro e a outra acusada de má gestão de recursos de entidades previdenciárias.

Em Rondônia as buscas e apreensões foram em Jaru na casa do Sub-Chefe Paulo Werton e do Ex-prefeito Jean Carlos.

Paulo Werton foi superintendente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Jaru (Jaru-Previ), em Maio de 2012, ele autorizou a transferência de R$ 6.000.000,00 do instituto para uma instituição financeira de risco, na qual foi perdido R$ 2.000.000,00 e os outros R$ 4 Mi estão bloqueados pela justiça.

Em Novembro passado o site Jaru On line denunciou a suposta fraude (clique aqui e veja detalhes).

Paulo Werton é integrante da família dos “Muletas”, caciques do PMDB na região de Jaru. Ele foi nomeado Sub-Chefe da Casa Civil do Governo Confúcio no dia 20 do mês passado.

Fonte: RONDONIAVIP

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.