Rússia embarga importação de carne de dez frigoríficos brasileiros

A Rússia suspendeu temporariamente a importação de carne de dez frigoríficos brasileiros. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (25) no site do Serviço de Inspeção da Rússia, o Rosselkhoznadzor. As empresas embargadas são: um frigorífico de carne suína em Santa Catarina e nove de carne bovina, instalados em Goiânia (GO), Campo Grande (MS), Bataguassu (MS), Andradina (SP), Ituiutaba (MG), Marabá (PA), Araguaína (TO) e dois em Barretos (SP).

De acordo com o relatório, 18 unidades de processamento de carnes foram vistoriadas neste ano, entre 30 de junho e 14 de julho. Duas delas ainda não exportavam para o mercado russo. Os embargos para as dez plantas passam a valer a partir da próxima quarta-feira (2 de outubro), mantendo ainda a restrição temporária anteriormente imposta sobre as importações de produtos de outras seis plantas.

Segundo a Rússia, foi detectada uma série de violações sistemáticas, o que demonstraria que o serviço brasileiro não tem controle suficiente para garantir a conformidade com as normas veterinárias e sanitárias russas. Rosselkhoznadzor preparou uma lista de inconformidades encontradas nas unidades brasileiras.

Durante a inspeção foi detectado o uso de quatro beta-agonistas na criação de suínos e bovinos: ractopamina, zilpaterol, clenbuterol e salbutamol. As substâncias são adicionadas ao alimento para promover o crescimento dos animais. Além disso, houve violações de higiene geral. Em quase todas as unidades, com exceção de uma, não há barreiras de desinfecção na entrada e na saída da empresa.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) emitiu uma nota de esclarecimento em que informa que o documento apresentado pela Rússia será analisado. “Serão feitos comentários antes da publicação da versão final das autoridades russas”, diz a nota.

Fonte: Agrodebate

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.