Polícia investiga e responsabiliza “Lazinho” por morte de albergado que se ajoelhou e implorou para não ser morto

No dia 17 de agosto de 2013 o apenado Elder F.T. foi morto por dois indivíduos em uma motocicleta, em frente à Casa do Albergado de Ariquemes, no momento em que deixava a unidade. (Clique e relembre o caso)

Durante as investigações foi apurado que Elder teria sido morto por engano no lugar de outro apenado, cujo apelido é “Vavá”, pois foi confundido com este. Apurou-se, ainda, que “Vavá” tinha desavença com outro albergado conhecido como “Lazim”,sendo que ambos são da cidade de Monte Negro-RO.

Ainda no dia do crime uma testemunha se encontrou com o Delegado Titular da Delegacia de Crimes Contra a Vida em um salão de cabeleireiro e sem saber que se tratava de uma autoridade policial começou a conversar sobre o crime, dizendo que “Vavá” e alguns parentes da vítima já sabiam quem era o responsável pela morte e estavam armados tentando matá-lo.

Por certo é que naquela mesma tarde “Vavá” e outros indivíduos localizaram “Lazim”na Zona Rural de Monte Negro e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra o mesmo, mas não o atingiram em razão de que ele empreendeu fuga e se escondeu na mata. (Clique aqui e relembre este caso)

Lázaro T.O., vulgo “ Lazim”, foi preso preventivamente e indiciado por homicídio qualificado, já que pelas provas colhidas existem fortes indícios de que encomendou a morte de seu desafeto “Vavá” e os executores do crime acabaram matando Elder por engano.

Fonte: PC/RO

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.