OPERAÇÃO ARES VERMELHO: Ariquemenses presos emprestavam contas bancárias para estelionatários

Na madrugada desta quinta-feira 17/08, alguns Ariquemenses acordaram com a Polícia Civil batendo na porta, para o cumprimento de cinco Mandados de Busca e Apreensão e quatro Mandados de Prisão Preventiva, decorrentes da Operação Ares Vermelho. A Operação visa desarticular uma quadrilha com aproximadamente 60 elementos que agiam dentro dos presídios de Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Amazonas, comandando roubo, furto e venda fraudulenta de veículos. Segundo o Dr. Rodrigo Duarte, Delegado Regional, uma mulher, irmã de um apenado de Cuiabá-MT, comandava as ações em Ariquemes. A fralde acontecia em vendas de veículos roubados ou furtados, onde as vítimas pagavam pelo bem e não chegavam a receber. Ariquemenses emprestavam contas bancárias onde as vítimas depositavam. Após receberem o valor, os infratores ganhavam cerca de R$ 3.000,00, e repassavam o restante da importância para a irmã do preso em Mato Grosso. “Acreditamos que colhemos elementos mais que suficientes como prova de que não tinha ninguém inocente nessa investigação, no mínimo deveria haver uma desconfiança a partir do momento que a conta era emprestada para depósitos de valores vultosos, absurdos como 30, 20 ou até 10 mil reais” relatou o Delegado.

 

FONTE: ARIQUEMES190.COM.BR

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.