JARU – Operação da PC denominada “VIÚVA NEGRA I”, prende a ultima investigada pelo homicídio ocorrido em novembro/2012 na borracharia no setor 05

SUELY surpreendeu a todos ao aparecer na audiência de instrução

A Policia Militar de Jaru deu fiel cumprimento ao mandado de prisão expedido em desfavor de SUELY PEREIRA LOPES VIEIRA, que se encontrava foragida da Justiça devida indícios que aponta que a mesma possui envolvimento em um homicídio ocorrido ano passado,

Na quinta-feira, dia 14 de novembro de 2013 foi realizada audiência de instrução, no Fórum de Jaru, referente ao processo penal 0000126-04.2013.822.0003, após o Ministério Público denunciar os nacionais JEONE GARCIA PINTO, EDNALDO JOSÉ SOUZA DO ROZÁRIO, LINDOMAR ANDRADE SILVA, CELSO DA CONCEIÇÃO ALMEIDA e SUELY PEREIRA LOPES VIEIRA como envolvidos no assassinato de ARILTON DA SILVA VIEIRA, crime perpetrado na noite do dia 02/11/2012, na Rua Rio Grande do Norte, Setor 5, Jaru/RO.

As investigações foram conduzidas pelo Delegado Salomão de Matos que presidiu no Inquérito Policial 863/2012, na Operação Policial nominada “VIÚVA NEGRA I”, sendo, ao final, indiciados EDNALDO que forneceu a moto para o crime, JEONE que teria intermediado, LINDOMAR como piloto da motocicleta e CELSO como executor, enquanto SUELY fora apontada como suposta mandante ou interessada no crime.

Todos os envolvidos poderão ir a júri popular

Nas audiências, foram inquiridas as testemunhas de acusação e defesa, bem como apresentadas as provas técnicas por parte da Polícia Judiciária, pesando muito contra os acusados interceptações telefônicas e um laudo de comparação balística indicando que a arma de fogo apreendida em poder de LINDOMAR ANDRADE SILVA, na tarde do dia 04/11/2012, em um bar na cidade de Theobroma foi a arma usada para tirar a vida da vítima.

Agora, o processo deverá ter alegações finais por parte do Promotor de Justiça ADILSON DONIZETE e pelos advogados de defesa, devendo em seguida o Juiz LUIZ MARCELO BATISTA DA SILVA decidir se pronuncia ou não algum dos réus, para ir a Tribunal do Júri.

Cumpre destacar que todos os denunciados estavam com as prisões preventivas decretadas, todavia SUELY PEREIRA LOPES que estava foragida se apresentou por ocasião da referida audiência e, ao final, os Policiais Militares que escoltavam os presos deram cumprimento ao referido mandado, encaminhando a denunciada para a unidade prisional.

Fonte: Jarunoticia.com.br

 

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.