JARU: Clima de comoção e dor no velório de vítimas de acidente entre Uno e ônibus

O velório coletivo das três vítimas fatais do acidente ocorrido na noite deste sábado (12) na BR-364, saída para Ouro Preto do Oeste, em Jaru, envolvendo um Fiat Uno e um ônibus de uma grande empresa de turismo foi marcado por muita comoção e dor por parte de familiares e amigos. O velório vem acontecendo no Centro Catequético da Comunidade São João Batista em Jaru e o sepultamento deve acontecer nesta segunda-feira (14).

Até as 23 horas deste domingo (13) apenas o corpo do condutor do Uno, Fernando da Silva, 42 anos, que teve morte instantânea, havia chegado à igreja São João Batista para ser velado. O corpo da esposa de Fernando, Maria Aparecida Coutinho de Lima, e de Emanuele Campos, de apenas dois anos, que foram socorridas ao Hospital Municipal de Jaru e depois transferidas para outra unidade hospitalar em Ji-Paraná, onde não resistiram aos ferimentos e morreram, ainda não haviam chegado ao local do velório.

No Fiat Uno ainda estava a mãe de Emanuele, Ediléia Campos Santos, 22 anos, sobrinha de Maria Aparecida, que ainda se encontra internada em uma UTI em Ji-Paraná. Segundo familiares, ela havia passado por uma cirurgia no abdômen para conter uma hemorragia interna e seu quadro clínico ainda era gravíssimo.

O casal Fernando e Aparecida já havia residido na Linha 632, em Jaru, por vários anos, onde conquistaram muitos amigos, e atualmente estava morando numa propriedade rural no Travessão 10 da Linha 603, município de Theobroma. No momento do acidente eles retornavam da 632 para sua residência em Theobroma.

 

Fonte: Anoticiamais

Autor: Flávio Afonso

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.