Ex-marido sequestra mulher e pede R$ 15 mil de resgate

Mais uma vez a ação rápida da PM e PC terminou em final feliz. Um sequestro quase termina em tragédia se não fosse à agilidade de toda a equipe de policiais que foram persistentes neste caso.

Por volta das 01h30, de sábado, dia 28, a vítima, uma mulher de aproximadamente 30 anos, retornou de seu trabalho para  a sua casa, juntamente com uma irmã e amigos, quando, ao abrir a porta foi rendida pelo seu ex-marido Sérgio Anacleto da Silva.

De posse de um canivete, Sérgio a obrigou a montar em sua motoneta Honda Pop e se deslocaram para um local desconhecido. Nas primeiras horas do dia, o sequestrador ligou para a irmã da vítima e informou o sequestro.

Ele pediu a quantia de R$ 15 mil reais para libertá-la. Ele ainda falou que esta quantia é referente à sua parte na casa, pois quando se divorciou, perdeu a casa. Logo que o crime foi registrado na Delegacia, os Policiais se mobilizaram e montaram uma força tarefa.

Com o apoio de vários PM’s e Policiais Civis das cidades vizinhas foi traçado os possíveis esconderijos. Enquanto as equipes realizavam buscas em locais suspeitos, o pai da vítima recebeu uma ligação, onde o interlocutor se identificou apenas como “Zé”, relatando que naquela manhã um casal teria entrado em uma casa localizada  em um sítio, na BR 429, entre os municípios de Alvorada e Urupá, e que o homem espancava uma mulher o tempo todo.

Mesmo com uma informação vaga e sem o endereço exato do sítio, os policiais começaram a diligenciar a região, e depois de muito sacrifício, conseguiram localizar o sítio, que fica na 7ª Linha, cerca de mil metros da BR 429.

Ao chegar no local, o suposto cativeiro foi cercado e a refém foi encontrada amarrada em uma cama. Ela estava muito machucada e em estado de choque. O sequestrador conseguiu fugir pela mata, um pouco antes da polícia chegar.

A mulher informou que além de ser espancada a todo o momento, também foi violentada sexualmente. Sergio Anacleto da Silva agora é foragido da justiça, e quem souber qualquer informação que ajude a polícia a encontrá-lo, ligue imediatamente para o telefone 190 ou no celular 9299-8674. Não precisa se identificar.
Matéria: Comando190.com.br
Fotos: Urupa190

 

Fonte: Urupa190

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.