Corpo de advogado é levado para IML de Ariquemes

1382016-190940-advogado-buritisO corpo do advogado e presidente da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Buritis, Alceu Scoparo Filho, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Ariquemes para passar por exame tanatoscópico. Segundo a Polícia Civil, Alceu foi morto na manhã deste sábado (13) com oito após ser atingido por oito disparos de uma pistola calibre .380. A polícia trabalha com a hipótese de execução.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu por votla das 9h30min da manhã, na região central do município de Buritis. Segundo testemunhas, ele seguia em um utilitário quando dois homens em uma motocicleta apareceram e efetuaram os disparos. Alguns atingiram a cabeça da vítima. Outra pessoa estava no veículo junto com o advogado, mas conseguiu sair sem ferimentos. A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, mas Alceu morreu no local do crime.

A perícia técnica de Ariquemes esteve no local para colher evidências que possam ajudar a resolver o crime.

A Ordem dos Advogados do Brasil em Rondônia (OAB-RO) emitiu nota lamentando a morte do advogado e disse que o governador Confúcio Moura exigiu rapidez e rigor na investigação do caso.

Confira a nota na íntegra

Nota de Pesar: OAB lamenta morte do advogado Alceu Scoparo Filho
A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) manifesta profundo pesar pela morte do presidente da Subseção da OAB de Buritis, Alceu Scoparo Filho, na manhã deste sábado (13), no município. O advogado nasceu no Paraná, tinha 47 anos e atuava na advocacia do estado há 11 anos.

Segundo informações de familiares, por volta das 10h, o advogado estava no banco traseiro de um carro, quando foi assassinado com sete tiros de arma de fogo por um motociclista, que fugiu em seguida. A Polícia Militar compareceu ao local e a Polícia Civil investigará o caso.
A OAB/RO já está acompanhando as investigações sobre esse crime bárbaro e se solidariza com a família e amigos enlutados. O governador de Rondônia, Confúcio Moura, informou ao presidente da Seccional, Andrey Cavalcante, que determinou à Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) a apuração rigorosa e célere do caso.

 

Da redação Rondoniaagora

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.