CONFÚCIO CORTA O PRÓPRIO SALÁRIO, EXTINGUE 890 CARGOS E PREVÊ ECONOMIA DE R$ 100 MILHÕES ATÉ 2014

O governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB) anunciou na manhã desta terça-feira um pacote de ações que chamou de medidas de reestruturação administrativa, prevendo o corte do próprio salário e do vice, redução de cargoscomissionados e transformação de secretarias em superintendências, além da redução de 10% no valor dos salários de altos cargos. Ele assegurou que estava dando início a despolitização da máquina, acabando, a partir da aprovação da proposta de Lei Complementar, com as nomeações partidárias ou de aliados.

O projeto do Governo reduz o número de secretarias de 14 para 10. Três delas serão transformadas em superintendências: Administração, Fazenda e Cultura e Lazer. As secretarias de Desenvolvimento e de Agricultura serão unificadas. A medida prevê 890 demissões de detentores de cargos comissionados, ou, segundo Confúcio, a extinção de 30% da atual máquina administrativa.

O governador considera que a minirreforma vai ajudar o Estado no momento de crise. A motivação, além da economicidade, tem a ver com a duplicidade de atribuições e funções. A maioria das demissões vai atingir as secretarias de Administração, Desenvolvimento e de Justiça. No geral no entanto, as ações atingem praticamente todo o Governo. Detentores de cargos com CDS a partir do nível 15 (R$ 2.650) até o 21 (R$ 10 mil) terão redução salarial de 10%.

Fonte: RONDONIAGORA

Autor: RONDONIAGORA

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.