Caminhoneiro bêbado bate em ônibus e quase provoca tragédia, em Ji-Paraná

Após bater em um caminhão que estava parado no pátio do antigo posto “Texaco”, na saída para Presidente Médici, Gilberto José Wisniewski, de 40 anos, fugiu do local em alta velocidade, dirigindo uma carreta Scânia Bi-Trem, de placas NCC 7224. Como se não bastasse o que fez, ele ainda fechou três carros de passeio, próximo ao viaduto e quando já estava na BR 364, próximo a Fazendinha, invadiu a pista contrária e foi de encontro com um ônibus da Eucatur. Por sorte, o motorista do ônibus conseguiu se livrar a tempo de uma batida frontal, passando de raspão pela carreta.

 

Em consequência, o motorista do Bi-trem perdeu o controle da direção e caiu em uma pequena ribanceira existente às margens da BR. Gilberto José permaneceu no local até a chegada da PRF e do Corpo de Bombeiros, que o conduziu ao Hospital Municipal com alguns pequenos cortes no rosto. Nenhum dos passageiros do ônibus se machucou.

 

Depois de ser liberado pelo médico de plantão, o motorista da carreta foi submetido ao teste de bafômetro, onde constou-se 0,98 mg/l (miligramas de álcool por litro de ar). Dentro da cabine, os Policiais encontraram várias cartelas de remédios de tarja preta, como “Alprazolam”, que misturado com qualquer tipo de bebida alcoólica pode causar períodos de confusão mental, sonolência, tontura, hiper-excitabilidade ou até mesmo agressividade.

 

Diante da situação, Gilberto José Wisniewski recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Ouro Preto do Oeste para ser lavrado o flagrante.

 

 

 

Matéria:comando190.com.br/FLS

 

 

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.