BRAVURA: policiais de folga e guarda evitam atentado a Juíz em Cerejeiras; veja vídeo

cerejeiras-300x267Dois policiais militares de folga e um guarda patrimonial realizaram em conjunto um ato de bravura ao defender de um possível ataque o juiz da Comarca de Cerejeiras, no final da manhã desta sexta-feira, 29. Um homem que tinha sido condenado pelo magistrado foi o autor do ataque e tentou invadir o fórum. Ele estava armado com uma espingarda e já tinha feito duas pessoas vítimas antes de chegar à sede do tribunal.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia, Adalto de Oliveira, de 27 anos, foi preso em flagrante pelos policiais CB PM Lima e SD da Silva, que mesmo estando desarmados o imobilizaram, além de ter contado com a abordagem de um guarda do próprio fórum que ajudou na detenção do homem. Eles agiram com rapidez e evitaram que o objetivo do criminoso pudesse ter sido concluso.

A dupla policial estava em um estabelecimento comercial em frente ao fórum quando notaram que o suspeito se aproximava da repartição pública [armado] e que fazia uma pessoa de refém. Os policiais e um guarda, que não teve o nome revelado, foram decisivos e conseguiram imobilizar o meliante.

A primeira vítima, um homem de 42 anos, disse que seguia em seu veículo pela zona rural do município quando foi interceptado por Adalto apenas de cueca e com a arma em punho. Ele obrigou a vítima a levá-lo a Cerejeiras, com a alegação de que iria matar o juiz que havia mandado uma ordem de prisão contra o mesmo. No entanto, durante o trajeto a cidade, o acusado ainda abordou um motociclista e roubou diversos objetos, além das roupas que a vítima carregava na garupa do veículo.

Adalto obrigou o motorista do automóvel a furar os pneus da moto, após o motociclista conseguir escapar e se embrenhar na mata.

Após chegar em frente ao fórum, o acusado fez outro motorista de refém ao colocar a arma em suas costas empurrando-o em direção a instituição pública, quando foi detido e imobilizado pelos policiais e guarda. Foi encontrado em seu bolso cerca de R$ 400 que tinha sido roubado da segunda vítima, além de outros objetos provenientes de crimes.

Adalto de Oliveira foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil onde ficou a disposição da justiça.

Veja em vídeo o momento da prisão:

3265[27

Texto: Extra de Rondônia

Fotos e vídeo: Extra de Rondônia

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.