Atingidos por usina hidrelétrica de Samuel fecham BR-364 em Rondônia

img_8158Manifestantes pedem compensações e afirmam ser contra o golpe de Dilma.
Segundo organizadores, cerca de 250 pessoas estão no local; PRF diz 70.

Integrantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) fecharam a BR-364 nesta sexta-feira (18), em Candeias do Jamari (RO), a 25 quilômetros de Porto Velho. O grupo, que iniciou o manifesto às 8h (horário local), pede uma reunião com o governo do estado e com a prefeitura para tratar das compensações que não foram cumpridas com as famílias atingidas pela usina hidrelétrica de Samuel. Eles também afirmam não apoiar o golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

Segundo os organizadores, cerca de 250 pessoas estão no local. Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estima cerca de 70 manifestantes. Conforme os policiais rodoviários, os dois sentidos da BR-364 foram fechados e nenhum veículo está passando pelo bloqueio.

Os manifestantes dizem que permanecerão com o bloqueio na rodovia federal até ter uma resposta do governo do estado e da prefeitura. Eles pedem uma reunião para tratar das compensações das famílias atingidas pela usina hidrelétrica de Samuel, pois, segundo o MAB, estas não foram cumpridas.

Conforme a PRF, o congestionamento chegou aos 9 quilômetros, sendo 4 km sentido Itapuã do Oeste e 5 km sentido Porto Velho.

Do G1 RO

PRF acompanha fechamento da BR-364 pelos integrantes do MAB, em Candeias do Jamari (Foto: Hosana Morais/G1)PRF acompanha fechamento da BR-364 pelos integrantes do MAB, em Candeias (Foto: Hosana Morais/G1)

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.