Agentes localizam buraco em cela e evitam fuga no presídio

A administração da Casa de Detenção de Guajará-Mirim, foi comunicada da descoberta nesta quinta-feira (3) de um túnel de cerca de 4 metros de profundidade em um dos alojamentos. O buraco, de 50 cm de diâmetro, era cavado embaixo do concreto utilizado como cama para os mesmo, no local havia 07 detentos e ninguém assumiu a autoria. O buraco somente foi descoberto no Pavilhão E, cela E3, durante revista rotineira realizada pelos agentes penitenciários de plantão. O buraco daria acesso com o campo de futebol da Associação da Polícia Civil.

O diretor responsável pelo presídio, Paulo Soares Farfan, e o diretor de segurança, Sandro Suares Quintão, ao tomarem conhecimento do fato retiraram os presos da cela, na manhã desta sexta-feira (4) o buraco foi tampado.

Segundo informações do diretor, Paulo Farfan, os detentos camuflaram o buraco colocando pasta de dente o que poderia ter dificultado a descoberta. Disse ainda que para os presos conseguirem cavar até o campo de futebol teria que utilizar ferramentas para retirada de concreto existente como proteção e além do muro do local.

Fonte: omamore

Comente

   
     
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados Conexao190. Jaru/RO Levando mais Informação.